31/08/2016 0 Comments AUTHOR: Ilma Vieira Silva CATEGORIES: Jovem, Vida Cristã Tags:,

COMBATENDO A MALEDICÊNCIA

As fofocas, as maledicências, os boatos, as informações distorcidas, as conversas fiadas, as acusações infundadas e insinuações levianas e maldosas, São males que precisam ser combatidos com muita rigidez e firmeza, por todos que amam a paz e são defensores da verdade.

Na realidade, existem os criadores de fofocas e maledicências e os propagadores delas. Os propagadores são pessoas que acreditam nas fofocas, vibram com a maledicência, dão créditos aos boatos, os compartilham e repassam sem apurar a verdade. Gente de mente maldosa e incendiária, que adora ver “o circo pegar fogo”.

Vale lembrar então Teste do Filtro Triplo, que é uma estória da sabedoria popular, que alguns atribuem ao filósofo grego Sócrates e outros a um acadêmico árabe de Bagdá do século XIII. Tal relato tem lições preciosas e muito úteis que nos ajudam a combater a maledicência.

Certa pessoa encontrou-se com um sábio e lhe disse:

– Sabe o que acabei de ouvir a cerca daquele seu amigo?

– Espere um momento, respondeu o sábio. Antes que me diga qualquer coisa sobre o meu amigo, gostaria de fazer um pequeno teste, que eu chamo de Teste do Filtro Triplo.

– Filtro Triplo? Surpreendeu-se o outro.

– Isso mesmo, continuou o sábio. – Antes que me diga sobre o meu amigo, acredito que seja uma boa ideia filtrar três vezes o que vai me dizer… O primeiro Filtro é o Filtro da Verdade. Você está absolutamente seguro de que o que me vai dizer é certo e verdadeiro?

– Não disse o homem… realmente só ouvi falar sobre isso e…

– Bem, interrompeu o sábio… então você não sabe se é verdade ou não?! Só isso já basta para eu não querer lhe ouvir.

Continuou então o sábio:

_ Vamos ao segundo Filtro, o da Bondade. O que você tem a dizer sobre o meu amigo é algo bom para ele, para mim ou para a sociedade, a comunidade, a cidade?

– Não, respondeu o homem, pelo contrário, é bem desagradável…

Retrucou o sábio:

– Então você quer me contar algo ruim sobre meu amigo, mesmo sem estar certo de que seja verdade?

E continuou o sábio a falar dizendo:

– Saiba mesmo se o que você quer falar tivesse passado pelos dois primeiros Filtros ( da Verdade e da Bondade), ainda assim precisaria passar pelo Filtro da Utilidade. Ou seja, o que você quer contar será útil para mim e para você? Vai aumentar minha sabedoria ou a estima que tenho pelo meu amigo? Vai servir para algo bom e positivo?

– Não, na verdade não… respondeu o homem.

– Bem, concluiu o sábio… se o que você veio me contar não foi comprovado, não é bom e também não será útil para ninguém, por que você acha que eu desejaria saber?

Lembremo-nos do que Cristo nos ensinou:”Seja, porém, o vosso falar: Sim, Sim; Não, Não; pois o que passa daí, vem do Malígno”. (Mt.5:37)

Pr. João Brito

Could not resolve host: urls.api.twitter.com